quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Entardecer em Ronda Alta

Após uma sequência de dias chuvosos, hoje fomos presenteados com uma bela imagem ao entardecer.
Imagem e postagem de Valério Bernardi

SUS e Sociedade Hospitalar Ronda Alta

Na manhã desta quarta-feira, 01-10, nas dependências da Câmara de Vereadores de Ronda Alta foi assinado um contrato da Sociedade Hospitalar Ronda Alta com o SUS - Sec. da Saúde do Estado, no valor de R$ 539.706,48 para atendimento de serviços como radiologia, urgência e emergência, mamografia, atendimento ambulatorial e procedimentos clínicos especializados. O valor repassado por mês para a sociedade é de aproximadamente R$ 45.000,00. A secretária adjunta Marieta, o prefeito Municipal Miguel Gasparetto e a Superintendente da Sociedade Rosane Facchi realizaram a assinatura do contrato. Mais uma conquista para a nossa comunidade e também para a região.




Fotos e reportagem: Graciela Lavarda



terça-feira, 30 de setembro de 2014

Excesso de chuva no Paraná paralisa o plantio da soja e prejudica o trigo

Reprodução
Foto: Reprodução
As próximas chuvas generalizadas só deverão ocorrer no final do mês de outubro
Em algumas localidades a chuva já ultrapassou a média climatológica em 150%
As próximas chuvas generalizadas só deverão ocorrer no final do mês de outubro
A passagem de uma frente fria pelo Sul e Sudeste do Brasil ao longo desta semana traz chuvas para praticamente todas as regiões. Os volumes não serão tão elevados, principalmente sobre o Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste. Porém, serão suficientes para permitir que haja uma elevação dos níveis de umidade do solo, garantindo boas condições ao plantio das culturas de verão: soja, milho, feijão e arroz.

Por outro lado, no Paraná, as atividades de plantio da soja ficarão paralisadas, uma vez que os altos volumes de chuva registrados nesses últimos dias, associados à previsão, irão inviabilizar as atividades no campo. Além disso, essas chuvas impedem a colheita do trigo, já bastante prejudicado pelo excesso de umidade, com espigas escuras e encharcadas. Em Palotina (PR), o volume acumulado já chega a 330 milímetros, sendo que a média climatológica é de 130 milímetros. O valor registrado ultrapassou o esperado para setembro em 150%.

Na metade sul do Rio Grande do Sul, como o tempo está mais firme, os produtores de arroz avançam no plantio. Já na metade norte, onde o tempo segue mais chuvoso, os produtores continuam com suas atividades de campo paralisadas.

– Essa chuva já causa reduções significativas tanto nos índices de produtividade, quanto de qualidade do trigo – afirma o agrometeorologista da Somar Marco Antônio dos Santos.

As chuvas que estão previstas entre Mato Grosso e Goiás animam vários produtores a iniciar o plantio.

– Essas chuvas generalizadas, previstas para essa semana, irão permitir o avanço do plantio da soja, mesmo em algumas regiões onde os níveis de umidade estão baixos – diz Santos.

Contudo, ele alerta que após a passagem desse sistema meteorológico, um padrão de chuvas irregulares em todo o Brasil central e norte volta a predominar. As próximas chuvas generalizadas só deverão ocorrer no final do mês de outubro.

– Com esta previsão, todo cuidado ainda será de suma importância ao sucesso da lavoura – finaliza o agrometereologista.

No Nordeste, há previsão de chuva também para as regiões produtoras de grãos do oeste da Bahia, sul do Maranhão e do Piauí e em todo o Tocantins. Por outro lado, como essas chuvas terão curta duração, o início do plantio das culturas de verão pode ser relativamente impróprio agora.

Fonte: Canal Rural 

Preço do milho deve cair ainda mais, estima Imea

Divulgação
Foto: Divulgação / Pixabay
Dados que ditam os preços agora são aqueles referentes ao progresso da colheita norte-americana
Demanda mundial pelo grão, refletida no grande volume de embarques dos EUA, iniciados em setembro, não foi suficiente para frear os preços
Dados que ditam os preços agora são aqueles referentes ao progresso da colheita norte-americana
Antes de as expectativas da safra de milho 2014/2015 começarem a ser divulgadas, as cotações do cereal se mantinham animadoras no mercado internacional. Conforme a projeção da nova safra foi ficando cada vez mais exorbitante, o mercado do cereal virou-se à oferta e não mais à demanda, como vinha se comportando há algum tempo. De acordo com o último boletim do Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea), nesta semana, a cotação do cereal rompeu a barreira dos US$ 3,30 buschel e, apesar do mercado oscilar entre leves altas e baixas, a tendência geral continua sendo de queda.

• Custo da produção de milho preocupa produtores de Mato Grosso

Nem mesmo a boa demanda mundial pelo grão, refletida no grande volume de embarques da nova safra nos Estados Unidos, iniciados em setembro, foi suficiente para frear os preços, que seguem ladeira abaixo. Os dados que ditam os preços agora são aqueles referentes ao progresso da colheita norte-americana, bem como das previsões de clima favorável ao seu avanço, que confirmam cada vez mais a grande oferta mundial.

A CBOT continua apresentando fortes quedas, que para os contratos com vencimento em dezembro de 2014 e julho de 2015 foram de 3,77% e 3,33%, respectivamente, na média semanal. Com presença constante no noticiário econômico desta semana, o dólar registrou elevação semanal de 2,10%, fechando com média de R$ 2,41. Isso fez com que as cotações internas não sentissem as quedas na CBOT.

Mesmo com o bom cenário do dólar, a paridade de julho de 2015 apresentou queda relevante de 5,79% durante a semana, fechando com média de R$ 5,66 a saca. Com quedas mais drásticas para a soja, a relação entre a cotação deste grão e a do milho apresentou queda de 1,13%, aproximando assim os preços do cereal e da oleaginosa.

Demanda beneficia Estados Unidos

As estimativas da demanda mundial por milho divulgadas pelo USDA para a safra 2013/2014 apresentaram aumento mensal progressivo, e quem mais se beneficiou com esta maior demanda foram os norte-americanos. Em setembro de 2013, enquanto eles exportaram 1,78 milhão de toneladas do grão, o Brasil exportou 3,45 milhões de toneladas. Porém essa liderança brasileira perdurou apenas até novembro. O cenário após novembro mostrou-se desfavorável ao Brasil, por ser um período no qual nosso volume de exportação historicamente diminui e é inoportuno para aproveitar da demanda mundial crescente, o que favoreceu os norte-americanos.

Os números deste mês indicam continuidade da supremacia dos EUA, pois, até a terceira semana de setembro, eles exportaram 2,96 milhões de toneladas do grão, número que é 66,4% maior do que o verificado para setembro de 2013 inteiro.


INFORMAÇÕES DO IMEA

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Cão é vítima de maus tratos

Alertados por morador do Bairro Santa Helena, fomos a busca da localização de cão que teria sofrido maus tratos.
O animal teria sido abandonado na rua e passado a buscar sua sobrevivência e assim causado transtornos a moradores.
Frequentemente, animais tem sido abandonados pelas ruas da cidade e gerado até transtornos. Convém lembrar que além de ser desumano, é crime o abandono e mau trato a animais.

Imagens e postagem de Valério Bernardi

sábado, 27 de setembro de 2014

Feira da Investigação Científica

Nesta manhã deste sábado, 27-09, nas dependências da Escola Alfredo Gavioli aconteceu a etapa municipal da Feira da Investigação Científica 2014. O tema abordado neste ano foi Sustentabilidade do Planeta Terra. Muitos dos trabalhos apresentados pelos alunos são totalmente aplicáveis a nossa realidade. Trazendo assim as nossas crianças, jovens e a todos que tiveram a oportunidade de conferir os trabalhos um momento de aprendizagem e de reconhecimento. Parabéns aos alunos e professores pela dedicação e empenho.








Fotos e reportagem: Graciela Lavarda

PREVISÃO DO TEMPO


REGIÃO SUL

27/09/2014: No leste de SC, do PR e nordeste do RS: muitas nuvens e chuvas. No leste-oeste e sul do RS: sol e poucas nuvens. No sudoeste do RS: predomínio de sol. Nas demais áreas da região: muitas nuvens com pancadas de chuva isoladas a qualquer hora Temperaturas baixa no leste da região. Temperatura máxima: 26ºC no oeste do PR. Temperatura mínima: 06ºC no sul do RS.

28/09/2014: No leste de SC, do PR e nordeste do RS: muitas nuvens e chuvas. No centro-sul do RS: sol e poucas nuvens. Nas demais áreas da região: muitas nuvens com pancadas de chuva isoladas a qualquer hora Temperaturas amena na região.

Tendência: No centro-sul do RS: sol e poucas nuvens. Nas demais áreas da região: muitas nuvens com pancadas de chuva isoladas a qualquer hora Temperaturas amena na região.


Elaborado pelo Técnico em Meteorologia Reginaldo Irineu.
Ronda Alta-RS
 

Condições Atuais
IUV com Nuvem27/09/2014 06h00

Sábado - 27.09.2014
Dados de Modelo
Domingo - 28.09.2014
Dados de Modelo
Segunda-feira - 29.09.2014
Dados de Modelo
Terça-feira - 30.09.2014
Dados de Modelo
Quarta-feira - 01.10.2014
Dados de Modelo
Quinta-feira - 02.10.2014
Dados de Modelo
Obs: As horas apresentadas não são corrigidas para o horário de verão.Fonte:INPE/CPTEC